Contacto pelo Live Messenger

Tenho visto em alguns sites uma espécie de clone do Windows Live Messenger, mas numa versão “embebed” nunca me suscitou muita curiosidade pensei que fosse alguns script disponibilizado num qualquer site.

Hoje alguém me perguntou como é que podia colocar uma dessas coisas num blog dei uma vista de olhos no exemplo que me enviou, e eis que partilho aqui a solução que dei á pessoa que me “interrogou” .

Primeiro o código para “embeber” a janela de conversação do Live Messenger no site é fornecido pela própia Microsoft.

Para colocar a dita janela basta visitar este LINK, fazer login com um Live Passport, depois temos que conceder permissão para que a presença no Live Messenger seja visivel através da Web:

Depois isso clicar no link “Create HTML”, e seleccionamos qual das 3 opções possiveis de apresentação queremos, pode ser uma janela (iframe):

Ou um botão que abre a janela de conversação num pop-up ou ainda um simples icon, através de qualquer uma das formas o visitante consegue saber o estado que temos no messenger nesse momento.

Para quem usa o Windows Live Messenger esta á uma forma simples de disponibilizar uma forma de contacto em tempo real sem ter que usar os tipicos chats em java ou outros metodos que o alerta de nova mensagem não seja tão imediato, digo isto porque com outras formas de contacto em tempo real através das internet podemos ter que ter uma pagina aberta no browser e só detectamos um novo contacto quando olhamos para a pagian, ou seja não há nenhum alerta visivel noutros casos ainda temos que fazer refreshs constantes. Outra das vantagens é que podemos ter conversas sem revelar o nosso e-mail.

Podemos considerar uma desvantagem podermos a qualquer momento ser “spamados” ou perturbados, sem identificar o “agressor” uma vez que este sistema permite enviar mensagens anónimas.

Detectar duplicação de conteudos

É algo recorrente na blogosfera aparecerem conteudos duplicados de forma “automática”, isto é, há sites que são alimentados por scripts que copiam o conteudo mal ele seja publicado na fonte. Não é complicado descobrir os sites que o fazem automaticamente sem avaliar o conteudo. A solução que dou já foi testada.

Publicamos num post ou pagina algo único, por exemplo um número aleatorio que pesquisamos previamente nos motores de busca a não retorna resultados.

Um exemplo seria 9632145873214152363987 , na hora de publicação deste post pesquisar este numero no Google retornava 0 resultados.

Publicado o numero ou texto unico, é uma questão de ir fazendo pesquisas no Google até começarem a aparecer resultados, o tempo que demoram a aparecer resultados varia conforme o criterios que o google tem para indexar cada site, é uma questão de guardar a pesquisa e ir tentando ao longo do tempo.

Pesquisa Google por 9632145873214152363987

Claro que se o conteudo for copiado á mão e o numero não tiver lógica no contexto o meliante vai apagar o dito, nesse caso podemos usar vários truques do genero, fazer pesquisas por erros ortograficos no google, e um erro que não retorne resultados, testei a palavra pesqusagogle não retorna resultados, agora aguardo algum tempo e começo a pesquisar no google o erro que não havia resultados se tiver sorte quem fez copy paste não o corrigiu e quando fizer a pesquisa no Google irá retornar o site do meliante!!!

Pesquisa Google por pesqusagogle

De uma forma fácil conseguimos saber até onde se espalha o que escrevemos!!!

Isto serve também para termos uma ideia do tempo que demora o nosso site a ser indexado pelos motores de busca!! Para isso basta começar a fazer as pesquisas de tempos a tempos para ter quando aparecer o resultado com o nosso site teremos uma ideia do tempo que o mesmo demora a ser indexado.

Existem sites a quem concedemos autorização para agregar os nossos artigos, e claro que nesses casos os adjectivos usados no artigo acima não se aplicam, uma vez que têm autorização expressa para o fazer.