Microsoft Web Developer 2008 Express – Compilar Site

Depois de muito procurar nos menus do Web Developer Express uma opção para compilar um site (o Publish do Visual Studio Pro), não encontrei essa opção nesta versão do produto. Pesquisei também na Net e não encontrei nada!!!
Mas existe forma de compilar os ficheiros do site para que a source não seja exposta a quem tiver acesso ao sistema de ficheiros do servidor, para compilar o site devemos usar um executável que esta dentro do directório da Framework, no exemplo vou usar o executável da Framework 2, e então a sintaxe para compilar um site usando o executável aspnet_compiler.exe será:

%windir%\Microsoft.NET\Framework\v2.0.50727\aspnet_compiler.exe -d -errorstack -v /PathSiteNoIIS -p InputSource SiteCompilado

Ao executal aspnet_compiler.exe passamos alguns parámetros, o -d é para apresentar a informação de debug durante a compilação, o ““errorstack mostra informações de debug adicionais (útil para ajudar a interpretar as exceptions), o ““v é o caminho no IIS onde irá ser publicado o site se por exemplo formos publicar o site em http://antoniocampos.no-ip.com/MeuSite a parte MeuSite é o parametro v, o parametro ““p indica o caminho para o código fonte a compilar por exemplo c:\MeuSite e por ultimo onde diz SiteCompilado substituir pelo caminho onde queremos guardar os ficheiros compilados por exemplo c:\MeuSiteCompilado\ será o conteúdo deste directório que teremos que copiar para o servidor.

Se o código for utilizado num ficheiro bat podemos automatizar a geração dos outputs, evitando ter que escrever todo o comando cada vez que vamos publicar o site.

Nota:
O %windir% é uma variável de ambiente que guarda a path do directório do windows, usado desta forma independentemente da versão do windows e da path do directório do windows a sintaxe vai funcionar.

Contacto pelo Live Messenger

Tenho visto em alguns sites uma espécie de clone do Windows Live Messenger, mas numa versão “embebed” nunca me suscitou muita curiosidade pensei que fosse alguns script disponibilizado num qualquer site.

Hoje alguém me perguntou como é que podia colocar uma dessas coisas num blog dei uma vista de olhos no exemplo que me enviou, e eis que partilho aqui a solução que dei á pessoa que me “interrogou” .

Primeiro o código para “embeber” a janela de conversação do Live Messenger no site é fornecido pela própia Microsoft.

Para colocar a dita janela basta visitar este LINK, fazer login com um Live Passport, depois temos que conceder permissão para que a presença no Live Messenger seja visivel através da Web:

Depois isso clicar no link “Create HTML”, e seleccionamos qual das 3 opções possiveis de apresentação queremos, pode ser uma janela (iframe):

Ou um botão que abre a janela de conversação num pop-up ou ainda um simples icon, através de qualquer uma das formas o visitante consegue saber o estado que temos no messenger nesse momento.

Para quem usa o Windows Live Messenger esta á uma forma simples de disponibilizar uma forma de contacto em tempo real sem ter que usar os tipicos chats em java ou outros metodos que o alerta de nova mensagem não seja tão imediato, digo isto porque com outras formas de contacto em tempo real através das internet podemos ter que ter uma pagina aberta no browser e só detectamos um novo contacto quando olhamos para a pagian, ou seja não há nenhum alerta visivel noutros casos ainda temos que fazer refreshs constantes. Outra das vantagens é que podemos ter conversas sem revelar o nosso e-mail.

Podemos considerar uma desvantagem podermos a qualquer momento ser “spamados” ou perturbados, sem identificar o “agressor” uma vez que este sistema permite enviar mensagens anónimas.

Lightbox o que é e para que serve!

Com certeza já todos viram em algum site, um efeito quando se clica nas imagens que faz um sobrepõe a imagem á página, perguntaram-me hoje como é que se faz isso. Ora ai vai a minha tentativa de explicação.

Em quase todos os sites em que aparece este efeito, recorrem ao lightbox, que é um pequeno script em javascript que cria este efeito quando se clica numa imagem que linka outra, por exemplo um thumbnail que é um link para a imagem em tamanho real, em que a segunda aparece sobreposta á página mostrada no browser.

Para usar o lightbox é necessário fazer download do mesmo do site (Download Lightbox) .

Em seguida na imagem (Thumbnail) que tem o link para a imagem em tamanho real acrescentar o atributo rel=”lightbox” no link. Ficando o link completo já com a imagem com a seguinte sintaxe <a href=”ImagemReal.jpg” rel=”lightbox” ><img src=”Thumbnail.jpg” alt=”” /></a>.

Para que isto funcione é necessário acrescentar no header da página a referencia ao ficheiro onde está o o script do lightbox e suas dependencias e também do css usado pelo lightbox,para o fazer é necessário acrescentar duas linhas no header que são:

<link rel=”stylesheet” href=”CaminhoaPara/lightbox.css” type=”text/css” media=”screen” />
<script type=”text/javascript” src=”CaminhoPara/prototype.js”></script>
<script type=”text/javascript” src=”CaminhoPara/scriptaculous.js?load=effects”></script>
<script type=”text/javascript” src=”CaminhoPara/lightbox.js”></script>

E de uma forma simples temos um efeito que agora está na moda em tudo em que é site.

No site de download podem encontrar mais informações sobre o uso e também exemplo de utilização…

404 Page no found

Talvez este seja um dos erros mais comuns a seguir erro 500 no IIS…
A Smashing Magazine fez uma colecção de alguns 404’s diferentes podem ver a lista aqui

Eu acrescentei um à lista o 404 do Luis Silva sempre achei piada a contratar um ministro para lidar com situações dificeis!!!

Esta dá-nos alternativas interessantes (Domelhor.com) sugerida nos comentários pelo António do MarketingDeBusca… Aparte acompanho este site há algum tempo (conheci-o no PlanetGeek) gosto sobretudo das dicas de SEO (ou optimização para motores de busca!)!

E por falar em PlanetGeek fica aqui também a 404 do PlanetGeek eu quero uma camisola assim… ia ter piada pelo menos para 0,001% das pessoas!

E por sugestão do Mário Gamito uma colecção de 404’s separada por temas que pode ser vista aqui….

Existem muitos mais 404’s interessantes e diferentes mas nem sempre quando os vemos é bom sinal!!!

adobe dreamweaver cs3…

DreamWeaverno pouco tempo que tenho livre instalei o Adobe DreamWeaver cs3 trial pelo que vi até agora está melhor do que o antecessor o Macromedia DreamWeaver 8, uma das novas features que mais me agradou foi quando se está a trabalhar com páginas em linguagens dinamicas no meu caso php, tem-se um preview em tempo real dos includes e requires ou seja se temos uma pagina que é o index e que faz um include de um ficheiro chamado header.php e de outro footer.php não temos que desenhar o conteúdo no abstracto porque quando editamos a página que tem os ditos includes estes são mostrados on place tal qual como estão… isto é óptimo quando estamos a usar css porque permite ver em tempo real o efeito final do “encaixe” das várias divs… esta é só a nova feature que mais me agradou… para além desta vem incluido no software supra mencionado uma libraria de javascript que permite com 2 ou 3 cliques criar páginas usando “componentes” que usam ajax… acredito que se usar o trial mais uns dias ainda vou encontrar mais features interessantes… estas são o resultado de uma ou duas horas de uso…