Recuperar password do windows… Ophcrack!

Ainda não tive oportunidade de testar este software, mas pelas reviews que tenho visto parece que funciona mesmo, mal acabe o download do ISO vou testar para ter a certeza que funciona…

Este programa corre em Windows, Linux e Mac OS X e serve para recuperar passwords esquecidas ou para descobrir passwords de utilizadores do Windows.

Existe também um ISO com uma distro de Linux (SLAX6) este ISO é um Live CD que recupera automaticamente as passwords dos utilizadores do Windows. Esta é a mais valia deste software de todos os programas que conhecia para o efeito era necessário ter acesso ao sistema para instalar um programa que depois crackava as passwords, com a hipotese do LiveCD isso deixou de ser necessario…

Também recupera passwords no Windows Vista!!!

Site do Ophcrack
Link para o ISO do LiveCD

Livre, grátis e melhor…

Custa-me a crer que hajam tantos utilizadores da Internet que desejam usufruir do trabalho dos outros sem pagar!
Mas o tema deste post não é este, vou dar em seguida algumas alternativas de software que se pode usar livremente…
Temos o Ubuntu a distro de linux que está na moda, dizer que está na moda não é de forma nenhuma depreciativo pelo contrario o seu enorme sucesso deve-se à facilidade de utilização e à adaptação rápida do utilizador. Existem também algumas comunidades em Português e em Brasileiro bastante grandes e seguindo a filosofia do software livre utilizadores mais experientes ajudam outros que se iniciam. A sua fama é merecida, já convenci alguns utilizadores de windows xp (pirata) a usarem Ubuntu e a maioria ficou fã, o único senão são os jogos mais populares ainda não existirem para linux, é possivel joga-los em linux com por exemplo o Wine, outra das grandes vantagens é que os risco de se apanhar virus, trojans e outras pragas é extremamente reduzido…

Para substituir o caro Microsoft Office existe o openoffice.org embora lhe faltem algumas funcionalidades para estar ao nivel do Office da Microsoft para a maioria dos utilizadores é o suficiente… admito que não tenho usado muito o OpenOffice e perdi um bocado os últimos desenvolvimentos, mas conheço muitos utilizadores mesmo a nivel empresarial que estão super satisfeitos… corre em Windows e Linux… e para quem não quer despender umas centenas de euros no Office encontra aqui uma alternativa excelente….

Dizem-me sempre que é dificil encontrar alternativas a programas tipo Photoshop e FireWorks apesar de não trabalhar muito com imagens tenho utilizado o Gimp e na minha modesta opinião quando nos adaptamos ao Gimp dificilmente pensamos em pagar para usar outro produto quando temos um tão bom a custo 0… e como corre em Windows, Mac e Linux não há problema se mudar-mos de sistema operativo… existe ainda o Paint.net mas este é só para Windows embora eu prefira o Gimp talvez por estar mais acostumado!! Mas são os dois muito bons!!
E para provar que na edição de imagens o mais importante é o talento ai fica um pequeno video que o demonstra é com o paint do Windows… vejam….

O talento não se compra!

Até os clientes de P2P que tanto se têm discutido correm em varias plataformas…

Existem também sites que se dedicam só a software livre como é o caso do ProgramasLivres com certeza existem outros sugeri este por ser em Português… e têm sempre os foruns sobre software livre onde podem colocar a questão “Preciso de um software com os requisitos xxx e x” tenho a certeza que vão quase sempre encontrar alternativas gratuitas e livres….

Insegurança continua…

Escrevi aqui um artigo em que descrevia como correr um scan numa gama de ip’s públicos e “entrar” em alguns computadores vulneráveis (em Windows) algumas das falhas que permitiam isso foram corrigidas com o service pack 2 do windows xp, hoje e a titulo meramente de estudo… resolvi correr de novo um scan e para meu espanto ainda existem muitos pc’s com Windows vulneráveis assim como routers com a password que vem por defeito…
O numero de computadores vulneráveis diminui o que se deve muito com ás actualizações do Windows, mas o numero de routers aumentou e consequentemente o numero de passwords facilmente descobertas também!!!

O conteúdo deste artigo e do artigo anterior é apenas para alertar para os eventuais perigos que os utilizadores da internet que usam Windows enfrentam e as acções descritas não devem ser utilizadas para aceder a informações alojadas em computadores alheios!!

Aberração 8 alpha, afinal é fake!!!

Vi nos ultimos dias em varios sitios anunciarem uns print-screens do Internet Explorer alpha 8, achei as imagens estranhas até mesmo sabendo que supostamente vieram da Microsoft…
Como por motivos laborais tenho uma relação proxima com esta empresa e nao tinha conhecimento de nada disto achei estranho mas como nem sempre leio todas as linhas achei que me tinha escapado….
Hoje enquanto dava uma vista de olhos nas minhas feeds reparei nisto bink.nu, depois de tal alerta e com o link para as imagens olhei mais atentamente para as imagens que estão disponiveis aqui e realmente há ali uns quadrados que não foram devidamente disfarçados após o copy paste do actual Internet Explorer 7 e do famoso Ribbon do Office 2007…

netsh…

O Windows por vezes tem comportamentos estranhos quando se está num ambiente de rede local ou Internet, existe um comando bastante útil para se recolher e\ou diagnosticar problemas de rede que é o “netsh” que permite fazer na linha de comandos coisas que de outra forma estariam inacessiveis…
Escrevendo “netsh /?” no prompt não mostra o quão vasta é abrangência deste comando porque cada opção tem opções (!) e assim recursivamente…
ao fazer “netsh winsock /?” aparecem mais opções e por ai sucessivamente, sem duvida um comando que vale apena ser explorado sobretudo por quem trabalha em redes…
Já resolvi muitos problemas de dificuldades na ligação à Internet com “netsh winsock reset” sobretudo depois de se limpar spywares que atrofiam os sockets do Windows!
Hoje precisei de ter a mesma informação de varias maquinas em vez de vasculhar o Windows à procura da informação que necessitava criei um batch file que continha apenas “netsh diag show all” e direccionei o output para um ficheiro de texto ” >resultado.txt”, por acaso a informação que pretendia estava no output senão ainda tinha a opção “/v” de verbose que ainda apresenta mais informações sobre a configuração da rede e de cada dispositivo de rede!!
1 linha “netsh diag show all >resultado.txt” e não precisei de ir ás propriedades de rede, ás opções do IE, etc…