WordPress Login Form Image

Para uma personalização maior do wordpress criei um pequeno plugin que permite alterar a imagem que aparece no topo do formulário de login. Podem ver o resultado final aqui

Editar directamente o tema é complicar os futuros updates, dai a criação de um plugin para o efeito.

A utilização do plugin é muito simples é só fazer upload da pasta do plugin para a pasta wp-content/plugins/ do wordpress e colocar a imagem pretendida com o nome wp-custom-login-logo.png na mesma pasta, depois é só activr o plugin e está feito.

Por um engano ao submeter o plugin o nome do directório do plugin ficou mal escrito, fica um bocado mal, mas por agora vou deixar assim.

Página do plugin WP-Custom-Login-Logo

Sapo OpenID WordPress Plugin

Já tinha tentado usar vários providers de OpenID, mas sempre tive dificuldade de me recordar o URL do serviço, há pouco tempo conheci o Sapo OpenID registei-me e comecei a usar, mesmo assim sempre que precisava de fornecer o URL para ser usado com o OpenID tinha que regressar ao site para o obter, vai dai resolvi criar um plugin que permite muito facilmente num blog em WordPress adicionar as tags necessárias no header do blog para que ao fornecer o URL do blog seja detectado o nosso servidor de OpenID (no caso o Sapo.pt).

A persona a usar é configurada no interface de administração do WordPress.

SapoOpenID WordPress Plugin

A criação deste plugin serviu também para aprofundar os meus conhecimentos em WordPress, foi escrito de raiz isto dificultou bastante a tarefa, mas soube bem ve-lo a funcionar correctamente.

WordPress SEO

O SEO é hoje em dia quase uma ciência, muitas empresas se dedicam exclusivamente a estudar os algoritmos que contribuem para um melhor posicionamento nas pesquisas dos motores de busca. Os algoritmos que atribuem o rank de posicionamento nos motores de busca não é aberto, ou seja tudo o que faça a nivel de SEO é por tentativa falha, o que faz com que não haja uma solução nem uma formula que garanta a presença nos resultados das pesquisas dos motores de busca. Mesmo que alguém encontre hoje um método que permita melhorar o posicionamento os algoritmos podem ser alterados e todo o trabalho que se fez vai pela agua a abaixo.

Muitos webmasters focam-se apenas em obter novos visitantes,  preocupam-se apenas nas palavras que estão na mó de cima e abdicam de ter bons conteudos que fidelizem os visitantes. O que faz com que efectivamente obtenham visitas mas sejam visitantes só uma, só voltam se o site voltar a aparecer em pesquisas, pelo contrário se o visitante encontrar um site nos resultados e oa o visitar encontrar conteudos de interesse vai guadar o url nos favoritos, o subscrever as feeds RSS ou até mesmo usar o site como referencia.

Conheço alguns sites que nunca apostaram no SEO, preferiram a qualidade dos conteudos e hoje em dia tem uma audiência fidelizada e muitas referencias na internet. O que faz com que tenham muitas visitas sem terem um bom posicionamento nos resultados dos motores de busca. Embora como consequencia do grande numero de referencias e conteudos diversificados tenham os seus conteudos amplamente espalhados pela internet.

Este artigo não é uma manisfestação contra o SEO, é mais uma alerta e uma resposta a muitas perguntas que tenho recebido sobre esta tematica.

No caso concreto do WordPress existem várias técnicas de SEO, uma das delas é uma funcionalidade standard do WordPress que é a estrutura dos urls que permite ter em vez do clássico p=xxx ter algo do genero /nome-do-post/, não adianta criar url’s em que o titulo não tem nada a ver com o conteudo segundo algumas teorias do SEO isso pode até prejudicar o posicionamento, por exemplo se colocar neste artigo o permalink /mulheres-de-fio-dental/ posso não estar a criar uma mais valia posso pelo contrario estar a prejudicar o post em si, porque o url não tem qualquer relevancia para o conteudo do post.

Outra das técnicas conhecidas de SEO para o WordPress são os plugins optimizam os posts para o posicionamento nos motores de busca um dos mais conhecidos e abrangestes é o “All in one Seo Pack WordPress” que optimiza o titulo de cada página/post, cria meta-descritpions, cria meta-keywords e detecta conteudos duplicados aplicando a tag noindex para os motores de busca não seguirem os links para conteudos repetidos.

O meta-description é uma descrição curta da pagina no inicio da avalanche da internet este era um dos factores mais importantes conjuntamente com a meta-keywords (palavras chaves relacionadas com o conteudo) com a manipulação de muitos webmasters a importancia destas duas tags perdeu a sua importancia, passando os motores de busca a analisar mais o conteudo, mesmo assim estas duas tags continuam a ter importancia, por exemplo a descrição que aparece no Google por baixo do Url do site é muitas vezes a meta-description como esse é o primeiro contacto que internauta tem com o nosso site é importante estar bem estruturado.

O conteudo duplicado é diferente de conteudo copiado, podemos considerar links para conteudos repetidos os links que aparecem em todas as paginas  a apontar para os mesmos conteudos desconheço o impacto disso em termos de SEO mas segundo dizem os entendidos é mau, pelo que a acreditar neles coloco a tag noindex para os motores de busca não indexarem esses conteudos ou indexarem apenas uma vez. Outra questão é a duplicação de conteudos que consta que também é detectada por alguns motores de busca contribuindo negativamente em termos de posicionamento.

A disponibilização de conteudos em várias linguas pode ajudar a angariar visitas de outros internautas que não falam a lingua nativa do site para isso existe também um plugin excelente que é o “WordPress Global Tranlator“, que é um plugin que tradiz de forma automática um blog em WordPress para várias linguas, devido a limitações dos mecanismos de tradução por vezes a tradução não é demorada ou mesmo impossivel mas cada caso é um caso!

Outro dos principios basicos de SEO é o bom senso e a coerenciaentre as varias partes de um site, mas estas não são explicáveis.

WordPress alterar estado posts

Para solucionar o problema colocado no fórum WordPress-PT fiz um pequeno comando SQL que permite alterar o estado de todos os posts numa categoria de uma vez só para ‘draft’, publico este pequeno UPADTE porque com pequenas modificações pode ser bastante útil a quem necessite de actualizar vários posts ou páginas de uma só vez directamente na base de dados do WordPress.

UPDATE wp_posts p /*Tabela onde estão os posts e páginas*/
LEFT OUTER JOIN wp_term_relationships r ON r.object_id = p.ID /*tabela com as relações dos posts*/
LEFT OUTER JOIN wp_terms t ON t.term_id = r.term_taxonomy_id /*tabela onde estao as descrições das categorias*/
SET p.post_status = ‘draft’ /*estados possiveis draft, publish ou pending*/
WHERE p.post_status = ‘publish’ AND p.post_type = ‘post’ AND t.slug = ‘NomeDaCategoria’ /*condições para proceder ao update*/

Reset WordPress admin Password

Ia hoje fazer alguns testes numa instalação do wordpress que tenho no meu computador, após várias tentativas não me lembrava da password de admin que configurei para esta instalação. Ainda fui á base de dados mas lá tem apenas um md5 da password.

Lá fiz um ficheiro php que faz “echo md5(password)” e colei o valor na base de dados e ficou ok.

Para me facilitar o trabalho em futuros e previsíveis esquecimentos criei um pequeno script em php que faz todo o processo de reset da password de admin, bastando para isso editar o valor da password em plain text que está no topo do ficheiro.

Em baixo disponibilizo a source em php do ficheiro, para usar basta colar este texto num ficheiro .php na pasta da raiz da instalação do wordpress e visitar o mesmo no browser.

<?php
/*Nome do utilizador do qual queremos alterar a password*/
$nome_utilizador = "admin";
/*Nova password para o utilizador configurado em cima!*/
$nova_password = "teste";
/*
ATENÇÃO: se deixar este ficheiro no servidor sempre que alguém aceder ao mesmo a password
será alterada para esta.
Não é necessário alterar nada daqui para baixo, este script lê as configurações de acesso à
base de dados através do ficheiro de configuração do wordpress
*/
require( dirname(__FILE__) . '/wp-config.php' );
$ligacao = mysql_connect(DB_HOST,DB_USER,DB_PASSWORD);
if (!
$ligacao) {
die(
'Não foi possível Ligar: <br />' . mysql_error());
}
echo
'Ligação á base de dados bem sucedida!!<br />';
$base_dados = mysql_select_db(DB_NAME, $ligacao);
$nova_password = md5($nova_password);
if (
mysql_query ("update ".$table_prefix."users set user_pass = '".$nova_password."' where user_login = '".$nome_utilizador."'"))
{
echo
"Password alterada com sucesso!!!<br />";
}
else
{
echo
"Ocorreu um erro ao alterar a password!!<br />".mysql_error();
}
echo
"Deve agora apagar este ficheiro do servidor!!<br /><a href=\"http://antoniocampos.no-ip.com\">Antonio Campos</a>";
mysql_close($ligacao);
?>