Certificação Software Facturação

É no dia 1 de Janeiro que as empresas que tiverem um volume de negócios superior a  250 000€ no ano de 2010 terão que ter o seu software de facturação certificado pela DGCI.

Qualquer programa para ser certificado tem “obedecer” a algumas regras criadas pela DGCI, estas regras foram publicadas na Portaria n.. 363/2010, de 23 de Junho, esta portaria pode ser consultada no Portal das Finanças. Nesta portaria estão definidos os parâmetros que um programa tem que obedecer para ser certificado, basicamente um programa para ser certificado tem que ter:

– Sistema de controlo de utilizadores, ou seja só utilizadores autenticados no sistema podem operar o mesmo.

– O software terá que gerar o ficheiro SAFT regulado pela Portaria n.º 321-A/2007, de 26 de Março.

– Não pode existir no programa nenhum método que permita a alteração de documentos fiscais, sem gerar um registo das que a alterações que foram efectuadas, na minha interpretação isto significa que deverá ser impossivel alterar  por exemplo uma factura ou outro género de documento com validade legal como Notas de Crédito ou Vendas a Dinheiro.

– E por ultimo e este creio ser o factor mais importante da certificação é a criação de um identificador único para cada documento gerado através de um algoritmo de cifra assimétrica e de uma chave privada de acesso exclusivo do produtor do software, esta chave é baseada em vários “campos” que compõe o documento, entre estes elementos está uma chave gerada no documento anterior, com isto invalida-se a alteração de qualquer documento pois se o fizer é quebrada a integridade do documento seguinte que ao ser “ajustado” invalida o identificador do documento seguinte e assim sucessivamente, criando assim outra falta de coerência com os documentos impressos uma vez que estes deverão ter também impresso um identificador gerado com base no identificador do documento armazenado no sistema informático. Uma vez que só o produtor tem a chave privada qualquer falha na integridade será da sua responsabilidade pois o cliente não tem possibilidade de criar um identificador pois não possui a chave e caso o faça o identificador será totalmente inválido.

Em 2012 a certificação será alargada a empresas com volume de negócios superiores a 150 000€ ou que emitam mais do que 1000 documentos de venda anualmente, ou seja na prática esta imposição legal será bastante alargada, pois 1000 documentos por ano dá uma média de 3 documentos por dia!!

Existe no Portal das Finanças uma lista dos softwares certificados (consultar a lista dos programas já certificados) que pode ser consultada publicamente.

Estas medidas pecam por tardias, a expressão que costumo usar é “Anda o justo a pagar pelo Pecador”, ou seja em Portugal estar legal sai caro. Os aumentos súbitos na facturação de algumas empresas confirmarão o quanto o “justo paga pelos pecadores”.

Espero é que nas futuras redefinições das taxas de impostos pelos senhores do poleiro e pela comandita que os rodeia, tenham em conta o aumento de receitas que vão ter com estas medidas.

Hackers atacam Ministério da Justiça, Brisa e PT

Um estirpe rara do virus da gripe atacou várias entidades publicas portuguesas:

O Instituto de Tecnologias de Informação na Justiça  admitiu esta quinta-feira que um “novo virus” invadiu o sistema da PJ, mas garantiu não ter sido roubada “qualquer informação”. O mesmo virus terá atacado também a Brisa e a PT.

“Os únicos efeitos desta ocorrência foram a maior lentidão e a ocasional indisponibilidade de apenas alguns sistemas, nunca tendo estado em causa a perda de qualquer informação”, disse o ITIJ, na breve resposta dada ao pedido de esclarecimentos do JN. Ao ITIJ cabe a gestão e controlo de toda a área informática do Ministério da Justiça, bem como uma parte da sua vigilância, pelo que é a primeira barreira contra os piratas. O virus entrou no sistema do Ministério, mas não terá causado danos de monta, porque foi prontamente atacado.

O mesmo novo virus terá atacado também os sistemas da Brisa e a PT, segundo apurou o JN, mas ambas as empresas optaram pelo silêncio quando questionadas pelo nosso jornal.

Sobre a situação na Judiciária, a primeira a ser tornada pública, “há um ou outro PC que tem de ser limpo”, admitiu fonte da direcção da Policia, mas insistindo que “não houve quebra de segurança e perda de qualquer informação”.

(…)

Roubado descaradamente da página do JN

Queriam que os piratas ou o “novo virus” deixasse um ficheiro .docx com uma lista ordenada do que roubou??

Não saber o que foi retirado sistema é grave, e prova que não existe nenhum tipo de monitorização, isto assusta porque se um funcionário, por algum motivo repara que tem permissões indevidas, pode perfeitamente levar uma pen e copiar a informação que lhe apetecer para estudar em casa, sem deixar nenhum vestigio. Em casos de dados criticos acho que todas as normas de segurança e todas as monitorizações nunca são de mais, o inimigo pode estar do lado de dentro.

Este género de situações não devem ser remedeadas devem ser prevenidas, posso recomendar algumas pessoas em Portugal que pelo budget certo evitariam situações como esta!!!

Google Chrome Disponivel para Download

Durante todo o dia tenho lido sobre o novo browser do Google o Google Chrome, fui agora ao site e já está disponivel para donwload, já fiz download e instalei.

Para os interessados o link com as funcionalidades e onde é possivel instalar é o seguinte:

Download Google Chrome

Instalei em Windows XP, é instalado através do ClickOnce da Microsoft, para já e nos sites que visitei em termos de apresentação dos mesmos não vi diferenças do que vejo com o Internet Explorer ou com o Firefox o que é bom. Por tudo que li sobre o Chrome estou á espera de um grande browser com muitas possibilidades para já ainda só naveguei por alguns sites.

Vindo do Goggle a unica coisa que me admirou foi o facto de podermos seleccionar outros motores de busca que não o Google podemos inclusive (na versão Portuguesa) escolher o Sapo.pt

Se escrevermos na barra de endereço about:memory temos acesso a estatisticas sobre a utilização de memória e CPU não só do Chrome em si mas de cada separador aberto.

O chrome tem também “embutido um depurador de Javascript. A visualização do código fonte é feito num tab e para além de ser bastante colorido permite clicar nos links que aparecem no código para abrir esse mesmo link num novo separador.

Vou continuar a explorar!!!

PageRank Actualizado!

Reparei agora que o PageRank foi actualizado!

A quem já considere o PageRank quase um ciência, mas afinal o que é o PageRank? Quando fazemos uma pesquisa no Google os resultados não são apresentados aleatoriamente, um dos muitos factores que contribuem para a ordenação dos resultados é o PageRank, é o único critério de ordenação que o Google disponibiliza ao publico!

Existem empresas que se dizem especializadas em SEO, mais uma vez o subir PageRank é um dos grandes objectivos do PageRank. Acontece por vezes que o Google altera o algoritmo de calculo do PageRank isso faz com que todos os “esquemas” para subir o mesmo ficam invalidados e inicia-se outra vez o ciclo descobrir o que contribui para o aumento do PageRank e abusar desses factores e em alguns casos pagar a vendedores de banha da cobra especialistas em SEO para usarem esses factores, para melhorar o posicionamento nas pesquisas do Google.

Já li varias  vezes que o Google tinha concorrência , creio que isto seja um mito, uma vez que só leio isso e só vejo algum destaque durante a primeira semana da existência do concorrente… depois desaparecem… existem alguns que resistem mais tempo mas sempre colocados em segundo plano por exemplo o Yahoo outros passam para trás do segundo plano por exemplo o MSN, que os utilizadores que vai tendo são os utilizadores que tem Internet Explorer e que não tem conhecimentos suficientes para alterar a homepage!!!

Visual Studio 2008

Já está cá fora a versão final do Visual Studio 2008 e também as versões express introduzidas com o Visual Studio 2005 que são versões para sem restrições de uso (sim podem produzir software comercial) apenas com menos algumas features que as versões pagas!! As versões express estão disponiveis para download aqui

Creio que um dos grandes impulsionadores do império Microsoft é o Visual Studio e a facilidade com que se desenvolve software, não conheço em nenhum sistema operativo nenhum IDE que seja tão fácil produzir uma aplicação como o Visual Studio, sei que a nivel de performance estamos a falar de linguagens de alto nivel assente numa framework que no caso da performance mau mas já tem muita coisa feita coisas que noutras linguagens implica criar um socket ligar-se a servidor enviar comandos esperar respostas e validar as mesmas, no Visual Studio é uma linha de comando (enviar um mail por exemplo)…

Ainda não experimentei esta versão nem li ao certo as novas potencialidades da .net Framework 3.5 mas estou á espera de encontrar lá muita coisa nova… em tempos instalei um beta do Visual Studio 2008 mas como a minha máquina de arrastava nunca mais lhe peguei… vou ver se agora com uma versão express e na versão final se já se despacha!