Componentes e controlos .net Framework

Syncfusion

Escolher componentes e controlos para uma aplicação não é tarefa fácil… temos que que ter em conta as funcionalidades que acrescentam à nossa aplicação, o “peso” que os componentes ou controlos terão no desempenho da aplicação, e o tempo que pouparão ao desenvolvimento.

Outro factor é o preço dos próprios componentes e controlos, se for para usar num ou mais projectos grandes a serem comercializados facilmente se dilui o preço de aquisição no preço de venda… se for para uma aplicação desenvolvida por uma pequena empresa ou por um freelancer para uso próprio a maioria dos “pacotes” de componentes têm preços que não compensam o custo, e limitamos-nos a usar o standard.

Em pensar nos freelancers e nas pequenas empresas, e também inspirada na Miscrosoft que nos “deu” a versão community do Visual Studio, uma empresa chamada Syncfusion criou uma versão “community” do seu pacote de componentes e controlos, esta versão gratuita (com valor comercial de quase 10 000€)  destina-se a programadores individuais ou equipas até 5 utilizadores que facturem por ano menos de $ 1 000 000 (USD).

Na versão gratuita do “ESSENTIAL STUDIO 2015 VOLUME 4” estão incluídos todos os componentes e controlos das versões pagas que enumero abaixo (esta lista está incompleta para a lista completa ver o site da Syncfusion)

WEB

  • ASP.NET MVC
  • ASP.NET Web Forms
  • JavaScript
  • LightSwitch
  • Silverlight

MOBILE

  • iOS
  • Android
  • Windows Phone
  • WinRT
  • Xamarin
  • JavaScript
  • Orubase
  • UWP

DESKTOP

  • Windows Forms
  • WPF
  • UWP

FILE FORMATS

  • Excel

  • PDF

  • Word

  • PowerPoint

Para saber mais sobre a licença gratuita basta ir ao site http://www.syncfusion.com/products/communitylicense.

 

Como não trabalho (para já!!) com Android ou IOS, não posso opinar quanto à qualidade dos componentes para estas plataformas, posso apenas comentar os componentes de Windows, para já os componentes que usei (da versão gratuita) foram apenas os destinados a WPF, e são de facto fáceis de usar e trazem um grande valor acrescentado à aplicação. Por exemplo se usar-mos a datagrid standard do .net teremos algo muito estático… ao usar a datagrid da SyncFusion temos filtros (como os do Excel), agrupamentos por colunas, etc… e o código a mais é praticamente nulo. O “menu” Ribbon (não existe equivalente na framework) também é muito simples de usar e modificar e deixa as nossas apps com um visual a que os utilizadores já se habituaram.

Sem dúvida algo a experimentar e usar…

PS. Este post não é patrocinado, é mais uma especie de agradecimento à empresa SyncFusion pelo excelente produto… e pela sua versão community, que tenho usado nos projectos pessoais.

Visual Studio Community 2013

Ontem a Microsoft anunciou uma nova versão do Visual Studio 2013, a versão Community, a principal novidade desta versão é o fato de ser completamente gratuita.

Esta versão do Visual Studio têm com publico alvo programadores independentes, pequenas equipas de desenvolvimento, contribuidores de projetos open source e estudantes… que agora podem usar, o que na minha opinião é, o mais poderoso IDE de programação. Ao contrário de um mito que já se arrasta das versões Express do Visual Studio, as aplicações criadas tanto no VS express como nesta nova versão, podem ser comercializadas.

Embora ainda não tenha testado segundo o site oficial esta versão gratuita tem todas as funcionalidades da versão Professional.

Paralelamente a este anuncio foram feitos outros que mostram claramente a mudança de rumo da Microsoft, e que finalmente a Microsoft deixou de ignorar o mercado!! E que talvez seja desta que quebra algo que sempre me irritou profundamente que era a Microsoft ignorar por completo a evolução e querer definir a evolução com os seus própios standards!!

Quanto a mim creio que o presidente Satya Nadella está a devolver ou conquistar a confiança que a Microsoft precisa, num mercado onde o importante é o amanhã!

Download Gratuido do Visual Studio

Windows 8 – Instalar .net Framework 2, 3 e 3.5

Quem precisa de instalar as versões de .net mais “antigas” (2.0,3.0 e 3.5) tem a tarefa simplificada no Windows 8.

1º – Aceder ao gestor de funcionalidades do Windows 8, para isso se estiver a usar o desktop clicar com o botão direito no canto inferior esquerdo e selecionar a opção do topo (“Programs and Features”)

2 º – clicar em “Turn Windows Features on or Off”

 3 º selecionar a “feature”  “.net Framework 3.5 (includes .net 2.0 and 3.0)”

4º o Windows “pergunta” se queremos fazer download do Windows Update basta clicar em “Download files from Windows Update”, e esperar que o processo seja concluído…

E pronto estão as frameworks mais antigas!!!

Windows 8 Preview – Instalar Visual Studio 2012

Instalei o Windows 8 para começar a dar uma vista de olhos e uma das ferramentas que necessito é o Visual Studio, uma vez que estou numa de testes aproveito também para testar o Visual Studio 2012, para meu espanto quando vou instalar o Visual Studio obtenho o erro seguinte:

The .Net Framework installed on this machine does not meet the minimum required version: 4.5.50709.

Estamos a começar bem 🙁 depois de pesquisar na net uma solução encontrei, para seguir em frente basta “enganar” o Windows para isso temos que alterar a versão da .net framework que está no registry.

Para isso basta abrir o regedit e modifcar o valor da versão da framework:

se o Windows 8 for 64 bits a chave é:

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Wow6432Node\Microsoft\NET Framework Setup\NDP\v4\Full

se o Windows 8 for 32 bits a chave é:

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\NET Framework Setup\NDP\v4\Full

e alterar o valor da chave Version de “4.5.50501” para a versão exigida pelo Visual Studio que é a versão “4.5.50709”.

Já agora quando seguirem as instruções em cima vão receber um erro de acesso, para o contornar basta modificar o “dono” (owner) da chave.

Para isso clicar com o botão direito na pasta que contém a chave e clicar em “Permissions…”, depois clicar em “Advanced”, e no topo do formulário vai aparecer o owner da chave (deverá aparecer Truted Installer) alterar para administrators.

Apesar do Visual Studio arrancar, não deteta a framework 4.5 instalada, nem voltando a colocar o valor da framework anterior!! Como fui escrevendo os passos enquanto os fazia só me apercebi deste “pormenor” após publicar o artigo. Por isso se quiserem as funcionalidades da mesma não irá ser possível com este truque. Conclusão para testar o Windows 8 com o Visual Studio em condições é melhor fazer download do Windows 8 Enterprise Trial http://msdn.microsoft.com/en-us/evalcenter/jj554510.aspx (vou testar a ver se funciona sem problemas).

 

 

C# usar objecto COM (32 bits) em sistemas 64bits

Comecei recentemente a trabalhar com um Windows 64 bits, hoje tentei abrir e executar um projeto de C# para fazer umas alterações, tudo abriu corretamente nenhum problema aparente, mesmo depois de fazer build não era gerado nenhum erro nem sequer um único Warning.

Quando tento fazer debug recebo um erro bastante estranho, numa parte do código que acede a uma DLL que serve de ponte entre a minha aplicação e outra aplicação de código fechado, esta dll é fornecida pelo fabricante (que por acaso é a Microsoft), depois de experimentar mil e um coisas e nada fazer com que o projeto corresse coloquei a versão que resultava do debug, numa máquina com XP 32bits e o projeto correu lindamente.

Depois de alguns testes a solução para o problema foi mudar a configuração da “Solution Plataform” para x86 por defeito é “Any CPU”, já agora no Visual Studio Express não aparece por defeito activa esta opção é necessário ir a Tools ““> Options ““> Projects And Solutions e marcar “Show Advanced Build Configurations “.

E é este o workaround para usar objectos COM de 32 bits em sistemas de 64 bits, referi em cima C# mas deve funcionar nas outras linguagens da .net FW.